Germany – New Zealand. A Comparison in Prostitution Laws 2002-2017

A Alemanha e a Nova Zelândia aprovaram o comércio do sexo e enquadraram a prostituição como uma indústria legítima. As leis que regem a prostituição na Alemanha e na Nova Zelândia são frequentemente retratadas como marcadamente diferentes. Esta publicação revela que a distinção entre os modelos alemão e neozelandês é mínima e nenhuma das legislações … Ler mais

Backstreets: Prostitution, Money, and Love

Este livro é sobre o sistema da prostituição. Permite às pessoas que nele participam: mulheres na prostituição, proxenetas e compradores de sexo – a possibilidade de contarem as suas próprias histórias. As mulheres, por exemplo, explicam o porquê de terem entrado na prostituição e como a experienciam. Os homens discutem o porquê de se terem … Ler mais

The Sex Economy

Baseando-se na sua extensa e detalhada investigação, Monica O’Connor contradiz a hipótese da mercantilização dos corpos das mulheres poder ser aceitável e que os consumidores homens têm o direito de comprar atos sexuais de outra pessoa. Prova a falsidade da asserção de que “trabalho sexual” é um “trabalho” lucrativo para mulheres e raparigas na pobreza, … Ler mais

Prostitution and Trafficking in Nevada: Making the Connections

Da autoria da conceituada psicóloga clínica Melissa Farley, este livro apresenta a realidade da indústria do sexo no estado do Nevada (EUA), e as várias violações de direitos humanos apesar dos bordéis serem legais. Descreve também o funcionamento da indústria ilegal do sexo em Las Vegas.

The Johns: Sex for Sale and the Men Who Buy It

Um livro que em vez de se concentrar nas mulheres protagonistas da prostituição, foca a sua atenção nos clientes, proxenetas e redes que lucram com a prostituição alheia. Malarek investiga as causas de fundo da prostituição e combate a ideia de que é um crime sem vítimas. Explora também a eficácia do modelo nórdico, que … Ler mais

The Nordic Model

Activistas feministas contam a história da campanha para a abolição da prostituição na primeira pessoa. Um instrumento indispensável para entender como foi elaborada a campanha, como foi delineada a estratégia, quem era os aliados e quem eram os oponentes.