Mito 5: “A prostituição traz imenso dinheiro.”

A quem? Na Europa e de acordo com dados da Interpol, um proxeneta embolsa anualmente 110 000 euros por cada mulher que mantém na prostituição.

Se a prostituição é um bom trabalho, porque é que a maioria das mulheres na prostituição não possui um carro, um apartamento ou não economiza para o futuro?

A ideia de que a prostituição enriquece as mulheres é um mito.

Além disso, debater o montante de dinheiro hipoteticamente ganho na prostituição é uma estratégia desonesta: seja qual for o montante, o que define a prostituição é alguém permitir-se comprar o acesso ao corpo e à sexualidade de outra pessoa. Os seres humanos
não têm preço.

Deixe um comentário